Ontem (14/04) estava assistindo a TV, achei interessante algumas entrevistas com artistas que estiveram no auge da fama, hoje não estão mais. Todos de alguma forma tiveram problemas sérios, na saúde, com drogas, com a própria fama, vícios, etc….

Mas o que me chamou a atenção foi o que eles disseram; que quando a fama acabou foram abandonados pelos “”amigos””, alguns choraram ao se lembrar.

De certa forma entendi a tristeza deles; vivi uma situação um pouco parecida, não sou famosa, mas enquanto estava em uma posição de destaque recebia muitos tapinhas nas costas, ouvia o quanto era amada e o famoso “conta comigo em tudo que precisar”.

O verso que diz “Maldito é o homem que confia nos homens….” (Jr 17:5) é bem feliz em sua afirmação  porque quando depositamos nossa confiança em homens, de certa forma estamos deixando a confiança em Deus. Quando depositamos nossa confiança em Deus, Ele usa até inimigos para que as bençãos venham.

Pessoas estão se sentindo abandonadas neste exato momento, não entendem como este ou aquele deram as costas. Se sentem assim porque não experimentaram depositar totalmente suas vidas nas mãos do ETERNO, que vê e supre todas as necessidades.

“Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto”. (Jr 17:7-8)

Alguns artistas da entrevistas entenderam, depositaram a confiança em Deus. Na hora da angustia o SENHOR estava vendo, o SENHOR estava ao lado deles. É assim com você caro leitor, que talvez esteja decepcionado com algum “amigo”, que não viu o quanto você precisava somente de um ombro amigo. Peço a Deus que abra seus olhos, e que você veja JESUS bem ai do seu lado.

ELE TE AMA

grande abraço

Anúncios