Assisti o filme “O livro de Eli”;  me fez refletir muito sobre nosso compromisso com o reino, e no aprendizado  da palavra de Deus.

Você já viu o filme?

Ele relata a história de um sobrevivente pós-guerra mundial, que se  comprometeu em levar um ultimo exemplar da Bíblia para o oeste americano. Esta tarefa, segundo o personagem,  foi dada por uma voz, supostamente voz de Deus. Mas não quero falar do filme, e sim da lição que ele traz.

Um versículo vinha à minha mente enquanto assistia:  “E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.” (Lucas 19:40)

Todos os anos, no inicio do ano somos convidados a participar da chamada “Caminhada Bíblica” ou “Leitura anual da Bíblia”, poucos chegam ao final, e já ouvi muitos falarem – “Próximo ano vou até o fim..”

Quanto amamos a palavra de Deus? Quanto tempo gastamos na leitura, reflexão e meditação dos textos bíblicos? Quanto nos empenhamos em divulgar as verdades contidas ali?

Não vamos nos esquecer que “.ela é lâmpada para os nossos pés…. e luz para o nosso caminho.(Salmos 119:105)

Em um determinado trecho do filme, uma pergunta é feita ao personagem – “Você sempre este livro? – ele responde – “sem falhar nem um dia…”

E nós?

Um dia esta palavra não estará ao nosso alcance, vamos valorizá-la hoje, agora. Como no texto de Deut 11: 18-19 , fazei  – “Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma; atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontal entre os olhos. Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho e deitando-vos e levantando-vos.”

Achei que o filme tem um certo grau de violência, mas recomendo. Veja esta “pedra” clamando, alertando do perigo que corremos de perder algo tão precioso que temos nas mãos.

Abraços

Anúncios