3. Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.

4. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.

5. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,

6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,

7. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;

8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

9. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;

10. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,

11. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

Filipenses  2

 

O texto acima expressa algo tão diferente da realidade que vivemos. Estamos cada vez mais parecidos com o texto de Romanos 1: 21 -22 “Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.”

Loucos em abandonar a verdade do evangelho, buscando somente a própria glória, levando muitos a procurar mais a criatura do que o Criador. Vestidos de religiosidade, enganam, mentem, corrompem.

Difícil seguir o exemplo de Jesus, esvaziar-se para que somente a glória de Deus seja vista. Mas deve ser nossa oração a cada dia, deve ser o desejo sincero em nossos corações, assim como Jesus.

clic na imagem uma música para sua meditação

Anúncios