Você ja percebeu que só damos  importantância a determinadas coisas quando passamos por ela, passei a valorizar mais minha mãe após o nascimento dos meus filhos. Eu expressava meu amor,minha  gratidão, mas valorizar  com mais intensidade foi quando minha primeira filha nasceu.

A linda  Jéssica nasceu prematura, mas eu também era prematura no quesito “mãe”, O que fazer? Pra quem correr? Adivinhem? Fui para os braços da minha mãe. Foi muito bom, me senti amparada, protegida, foi mais tranquilo cuidar da Jéssica. A Jéssica sempre gostou de dançar, sua adoração fluia naturalmente através da dança, gosto de ve-la dançar.

Após tres anos do nascimento da Jéssica, fiquei gravida do Jason; mais experiente, a gravidez foi tranquila; nasceu um lindo menino, sempre muito ativo, não parava. Trabalha com informatica e também é músico, gosta de cantar “hip hop”. Foi na fase do crescimento do Jason que passei a admirar mais minha mãe; eu pensava como ela conseguiu criar 7  filhos, trabalhar e dar amor ao mesmo tempo, admiravel.

Após tres anos do nascimento do Jason fiquei gravida do Lucas, foi uma gravidez dificil, complicações, quase abortei. Clamei ao Senhor, Ele me ouviu e o Lucas hoje, é um jovem servo do Pai, tem uma voz maravilhosa,, é músico. Se queiserem conhece-lo basta participar da apresentação do Grupo Raiz Coral, ele é conhecido como Dispô… rsrsr

Mas foi na fase pré-adolescente do Lucas que um dia abracei minha mãe e disse – “Mãe me perdoe se um dia te deixei triste, se te magoei, hoje eu sei o quanto você se preocupou e chorou por minha causa.”

Tres anos depois nasce a Andressa, menina determinada, firme em suas opniões. Muito ativa, esforçada , linda, faz parte do Ministério de coreografia da igreja. E a Sarah, doce, meiga, amiga, linda, nascia também após tres anos….rsrsrrs

A Sarah é muito inteligente, gosta de dançar como as irmãs, tambëm faz parte do ministério de dança. Perceberam que minha família é grande. Filhos maravilhosos, que amo demais. Ja passamos por situações extremamente dificeis, mas os momentos alegres, de paz, e comunhão com eles, desfaz o que passou.

Curta sua vida com os filhos, ame seu conjugê, o Pai tem o prazer em abençoar quem tem esta disposição  de coração. É muito bom poder dizer – “Eu e minha casa servimos ao SENHOR” e por mais que as dificuldades apareçam em tudo “somos mais que vencedores”.

Tenham um feliz dia das mães

Anúncios